Sobre Cristina Folster

Graduação em psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Formação e Especialização em Gestalt Terapia pelo Comunidade Gestáltica – Clínica e Escola de Psicoterapia. Formação em Saúde Mental pelo Instituto para Formação Continuada em Educação/IFCE. Psicóloga no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) II do município de São José/SC. Supervisora Técnica do Estágio em Psicologia da Saúde do Centro Universitário Estácio de Sá/SC. Mestra em Saúde Mental e Atenção Psicossocial – UFSC.

Relato do Grupo Psicoterapia para Mulheres

Este relato refere-se a um dos encontros do Grupo Psicoterapia para Mulheres. Aqui falo sobre como coordenar um grupo de mulheres e trabalhar com elas a partir de suas falas. Nesse encontro aparece o tema “dar valor ao que se tem” o que propiciou um exercício sobre agradecimentos e alívio de algum problema/angustia. Também será abordado como lidar quando uma das participantes precisa de maior atenção. Para esse encontro foi necessária uma sala com mesa e cadeiras, folhas A4, tesouras e canetinhas coloridas. Segue relato:

Hoje estava um dia bastante chuvoso e, mesmo assim, compareceram 10 das 12 participantes. Comentei com o grupo e batemos palmas para nós mesmas, ao mesmo tempo em que algumas falavam da importância do grupo para elas.

Apresentamo-nos rapidamente, pois havia uma nova integrante. Dei espaço para que ela pudesse falar um pouco de si. Ela contou de sua recente experiência numa internação em hospital psiquiátrico e outras se identificaram. Falaram do ambiente ser insalubre e perturbador, contudo algumas contataram que às vezes a internação é necessária. Chegaram a conclusão de que é preciso dar-se valor ao que se tem, o assunto (“dar valor ao que se tem”) foi transformando-se no tema grupal. Para aprofundamento de tal tema, propus um exercício utilizando-me dos materiais disponíveis. Continuar lendo

Grupo PsicoArte

O grupo PsicoArte realizado (por mim, duas voluntárias e uma estagiária) todas as segundas-feiras no bairro Areias virou notícia.

O Jornal Hora (jornal da grande Florianópolis) divulgou o grupo em seu website e jornal impresso (edição 04/11):

Link para a matéria digital: http://horadesantacatarina.clicrbs.com.br/sc/noticia/2017/11/mario-motta-projeto-trabalha-inclusao-social-atraves-da-psicologia-em-sao-jose-9981757.html

A página da web do município também publicou matéria sobre o grupo PsicoArte. Segue um trecho:

Grupo PsicoArte promove projeto de inclusão social em São José

Pacientes do CAPS II e moradores se aproximam através da arte e terapia

Integração entre pacientes e comunidade é o principal objetivo
do Grupo PsicoArte que ser reúne uma vez por semana em Areias

Os profissionais de psicologia do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS II  de São José têm realizado um trabalho focado na reabilitação psicossocial no município. Através do Grupo PsicoArte, as psicólogas levam os pacientes ao Centro Comunitário do bairro Areias, onde aplicam atividades interativas que misturam terapia e arte no intuito de inseri-los ao convívio social.

“A ideia é somar ao trabalho psicológico atividades que envolvam dinâmicas de grupo, teatro, música, dança. Buscamos instruir de forma assertiva e criativa o desenvolvimento das relações interpessoais de quem participa, e trabalhamos para construir um grupo diversificado, no sentido de integrar toda a comunidade nesse projeto”, explica a psicóloga Cristina Folster, coordenadora do Grupo PsicoArte.

Notícia completa em: http://www.saojose.sc.gov.br/index.php/sao-jose/noticias-desc/grupo-psicoarte-promove-inclusaeo-social-em-saeo-jose

Saiba mais sobre o grupo em: http://www.falandosobreesquizofrenia.com.br/grupo-psicoarte/

ARTIGO: Atenção em Saúde Mental no Município de São José

No Brasil, o tratamento das pessoas com transtornos mentais vem mudando substancialmente, principalmente a partir da institucionalização dos serviços com enfoque na atenção comunitária. O presente trabalho faz um resgate histórico da assistência à saúde mental no município catarinense de São José, destacando a atenção hospitalar e as mudanças nas formas de atendimento a pessoas com transtornos mentais no contexto da reforma psiquiátrica brasileira.

Como referenciar:

PEREIRA, Cristina Folster; CAPONI, Sandra. Atenção em Saúde Mental no Município de São José – SC. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, Florianópolis, v. 9, n. 22, p.113-123, 05 jul. 2017. Disponível em: <http://incubadora.periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/4389/5006>. Acesso em: 15 ago. 2017.

Logo do cabeçalho da página

Evento Setembro Amarelo

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) abre suas portas no mês de prevenção ao suicídio para falar sobre essa doença que registra uma morte a cada 40 segundos e atinge todas as classes sociais.

O evento, aberto ao público, acontece no dia 1 de setembro, a partir das 13h30 no auditório da Sede do MPSC.

Saiba mais e faça sua inscrição: https://www.mpsc.mp.br/eventos/setembro-amarelo